Glicose alta no sangue – 11 sintomas para estar atento

Você já deve ter ouvido pessoas se queixarem de ter baixo nível de açúcar no sangue e pode até ter vivido essa experiência. Mas a glicose alta no sangue também é um problema que pode causar uma grande variedade de sintomas

Se os sintomas citados nesse artigo são frequentes em você, pode ser um sinal de sérios problemas de saúde. Então é imprescindível uma consulta com seu médico.

A glicose alta no sangue, conhecida como hiperglicemia, ocorre quando o nível de açucar fica elevado.

Recebemos nossa glicose dos alimentos, e a maioria dos alimentos que ingerimos causam impacto sobre o açúcar no sangue de uma forma ou de outra.

Isso inclui alimentos que são mais ricos em carboidratos e açúcares, e pobres em gordura e fibras, como  pães de farinha branca, refrigerante e doces.

E-Book Grátis: Top 5 Melhores Dietas de 2018 Para Perder Peso

Digite seu e-mail no campo abaixo para receber o E-book GRÁTIS

Felizmente, glicose alta no sangue não é algo que a maioria de nós tem que se preocupar. Nosso corpo é bastante resistente ao controle dos níveis de açúcar no sangue, especialmente quando eles são altos.

Normalmente, quando você come algo açucarado ou cheio de carboidratos, seu pâncreas produz insulina, um hormônio que seu corpo precisa para processar glicose. Qualquer glicose restante é armazenada em seu fígado para se certificar de que não está em seu sangue.

Este sistema funciona muito bem em adultos saudáveis ​​não diabéticos. Uma pessoa normal que não tem nenhum problema com sua capacidade de controlar a glicose no sangue, não deve se tornar significativamente hiperglicêmico.

Se você desenvolveu resistência à insulina ou tem diabetes, no entanto, seu corpo não é tão bom em produzir a insulina que você precisa para processar glicose, o que significa que você está mais em risco de ter níveis de glicose no sangue que são perigosamente altos.

Se você se encaixa nesse grupo, ou apenas quer manter-se saudável, se assista esse vídeo sobre o perigo do consumo de carboidrato em excesso, do Dr. Lair Ribeiro.

Alguns dos primeiros sintomas de que você pode estar com o nível de glicose alta no sangue incluem:

1. Fadiga

Sensação de cansaço e fadiga excessivo, são sintomas inespecíficos e também podem ser sinais de glicose alta no sangue. É importante verificar qualquer fadiga que não saia com um descanso adequado.

2. Dores de cabeça

Dores de cabeça são incrivelmente comuns, então ajuda saber com que tipo de dor de cabeça você está lidando (enxaquecas, por exemplo). No entanto, qualquer nova dor de cabeça crônica merece ser discutida com seu médico.

3. Visão embaçada

A glicose alta no sangue pode afetar a retina, causando uma doença chamada retinopatia diabética . Como resultado, você pode notar visão embaçada.

4. Micção frequente

Essa glicose extra também pode afetar seus rins, que são responsáveis ​​por remover o excesso de água do sangue para produzir urina.

Ter muita glicose no sangue pode danificar os vasos sanguíneos nos rins , o que torna esse processo de filtragem menos eficiente e faz com que você faça xixi mais.

5. Maior sede

Sentir que você precisa beber mais do que o habitual é um efeito colateral natural de urinar com mais frequência.

Se os seus sintomas de glicose alta no sangue não forem tratados, podem tornar-se mais graves ao longo de alguns dias ou semanas. De acordo com especialistas da área, o que pode acontecer se o seu nível de açúcar no sangue continuar alto por muito tempo:

6. Dificuldade de concentração.

7. Boca seca

8. Maior fome

9. Confusão

10. Falta de ar

11. Dor abdominal

A escolha dos alimentos é essencial para evitar estes sintomas.

Se você tem diabetes, é importante seguir um plano de nutrição adequado . E, se os seus sintomas forem detectados suficientemente cedo, é possível baixar o açúcar elevado no sangue apenas com alterações do estilo de vida (incluindo dieta e atividade física).

Alimentos para glicose alta no sangue

Embora não haja uma “dieta para diabéticos” definida, a maioria das pessoas são aconselhadas por profissionais a focar mais no consumo frutas, verduras e grãos integrais com a maior parte de sua dieta, pois são pobres em açúcar e ricos em fibras.

Os alimentos açucarados devem ser consumidos com moderação, mas o quanto e com que frequência você deve consumi-los dependerá de suas circunstâncias individuais – incluindo se você tem diabetes tipo 1 ou 2.

Uma grande parte desse processo é educar os pacientes sobre quais alimentos são realmente saudáveis. Mesmo a quinoa, um dos alimentos considerado mais saudável ainda tem carboidratos que podem interferir no seu nível de açúcar no sangue.

Diminuir o consumo de carboidratos pode ser uma ótima alternativa para baixar os níveis açucar no sangue.

Para ajudar a elaborar um plano de nutrição, consulte o seu médico (que pode encaminhá-lo para um nutricionista).

Se você tem sentido regularmente os sintomas de glicose alta citados nesse artigo, mas ainda não tem certeza do porquê, fale com o seu médico.

Se o seu médico suspeitar que você pode ter diabetes, primeiramente ele solicitará um exame de sangue para ver a quantidade de açúcar no sangue que está fisicamente ligada às células da hemoglobina.

Quanto maior o seu açúcar no sangue ao longo dos últimos meses, mais dessas células de hemoglobina serão ligadas a moléculas de açúcar. No entanto, os resultados desse teste podem ser inconclusivos ou o teste pode não estar disponível.

Nesse caso, você receberá um tipo diferente de exame de sangue (possivelmente um que requeira rápido). E, se seu médico acha que você pode ter diabetes tipo 1, pode haver alguns testes adicionais para procurar compostos em sua urina e testar seu sistema imunológico.

O tratamento para diabetes, além de balancear melhor sua dieta  e exercícios, pode incluir o monitoramento do açúcar no sangue , medicação e terapia com insulina.

Pessoas com diabetes tipo 1 definitivamente necessitam de insulina (na forma de uma bomba ou injeções), assim como muitas pessoas (mas não todas) com diabetes tipo 2.

Em alguns casos, as pessoas com diabetes tipo 1 podem optar por um transplante de pâncreas, o que substituirá a necessidade de terapia com insulina.

A diabetes é obviamente uma condição séria, por isso é crucial estar ciente dos sinais, às vezes sutis, e consultar seu médico caso os sintomas citados aqui persistam.

Chá da Vida – Inibidor Diabético

Chá para glicose alta no sangue

Chá da Vida é um extrato concentrado de plantas selecionadas e de excelentes qualidades, traz diversos benefícios ao organismo, mostrou-se muito eficiente ao diabético por tratar o pâncreas e aumentar a produção natural de insulina, auxiliando no controle da diabetes, desintoxicando e reprogramando seu organismo. Saiba mais clicando no botão abaixo.

Saiba mais aqui

 

Comentários no Facebook
Avalie esse post!
Comentários no Facebook